Roteiro: 1 dia em Nova York

Ooi, gente!
Como vocês vão?

Hoje o post é só pra os fortes: roteiro de um dia em Nova York! Sei que é praticamente uma missão impossível, mas acontece muito das pessoas estarem viajando pela região e de ter apenas um dia pra dar um pulinho em NYC. Claro, que as atrações dependem muito de como vai estar o clima, do seu dinheiro e principalmente da sua disposição Eu separei alguns pontos de acordo com o que eu gostaria de fazer, digamos assim ele é mais tradicional. Há pessoas que gostam de ficar mais fora da região de Manhattan.Dá uma olhada e depois me diz se você gostou e se mudaria algo, tá?

Manhã

Tome café em algum lugar delicioso, de preferência com panquecas. Uma opção é o Ellen’s Stardust Dinner (fica perto do MoMA), que é uma espécie de musical na Broadway, onde todos garçons cantam. Melhor horário pra chegar é até 8h30, depois fica cheio. Não podemos nos esquecer do delicioso Wafels & Dinges (falamos dele aqui neste post) que você deve olhar no site antes pra ver onde eles estão. Se você estiver com pressa passe no Starbucks mesmo!

Volte algumas quadras, e visite o Central Grand Terminal, parece clichê, mas é incrível como a arquitetura do lugar é linda e lembra várias cenas de filmes e séries (Gossip Girl, xoxo). Compre um cupcake da Magnolia Bakery, assim você não precisa se deslocar até o Soho.

Vá pra região do Rockfeller Center, aproveite para ver a pista de patinação e para subir no topo (caso não tenha feito isso ainda). Dê um passeio pelas lojas ao redor: Lego, M&M’S…

Dê um pulo no Central Park, mas deixe o almoço pra fazer na região mais central, pois na área do Central Park é muito caro. Mas, se você não se importa em comer fast food tem algumas opções na área como o Five Guys ❤ Se você quer comprar eletrônicos da Apple, aproveite o momento, pois a principal loja fica em frente.

Tarde

Compras? Que tal a 5ª Avenida (se você gostar de grifes caras) ou a região da Herald Square, que tem a nova H&M, a Macy’s, Forever 21, Zara e todas outras que você pode imaginar! Preste atenção nas lojas não tão famosas assim, é lá que você encontra as maiores barbadas, e no Soho também tem muitas lojas com preços incríveis (preços a partir de 5 dólares em algumas lojas). Outra sugestão que se você não gastar muito tempo nas lojas, ainda sobra tempo pra visitar o Empire State que fica nesta região.

Se você optou por não fazer compras, vá pra região do Brooklyn, passeie pela ponte e aproveite para conhecer melhor o bairro.

Noite

Que tal terminar a noite na Times Square? Nada mais justo que encerrar o dia no melhor ponto turístico (minha opinião, gente!) É legal ficar observando toda aquele gente e as luzes dos telões das escadas do TKTS. Tem muita lojas na região de fast fashion, Disney e de lembrancinhas. Dica: o preço das lembrancinhas é o mesmo em todas as lojas (dificilmente tem diferença), o que muda é a variedade dos produtos.

11334352_941213469233678_2007846339_n

Parece muito pra um dia, mas se você se organizar e começar cedinho dá tempo! Ainda mais que tem metrô que te leva pra qualquer canto!

Roteiro: Chinatown

Ooi gente!

Pra ajudar você a conhecer ainda mais Nova York, vou preparar posts específicos com o que há de mais interessante em cada bairro! Pra estreia dessa nova categoria aqui do blog, escolhi falar sobre Chinatown, o menor bairro de Manhattan, que faz fronteira com Lower East Side a leste e Little Italy ao seu norte.

Assim que você chegar em Chinatown, você vai perceber que é um local a parte, muito diferente do resto de Manhattan. É também o bairro perfeito pra você comprar muambas e principalmente pra ganhar descontos nos produtos. Os vendedores fazem de tudo pra você comprar, inclusive baixam preço da mercadoria sem nem mesmo você pechinchar! Foi o que aconteceu comigo quando me interessei por uma capinha para meu iphone, levei pela metade do preço inicial! Mas, cuide que nem tudo vale a pena comprar, como por exemplo, perfumes que são em sua maioria falsificados.

O seu roteiro deve incluir uma caminhada pela Mott Street (principal rua) entre a Canal Street (cheia de camelôs) e a Park Row. Pra quem deseja explorar toda a essência do bairro pode pegar mapas, guias e folhetos gratuitos e até mesmo tirar dúvidas num quiosque chamado Explore Chinatown, localizado nas rua Canal St, Walker St & Baxter St. O atendimento é das 10h às 18h, e nos fins de semana das 10h às 19h, com atendimento bilíngüe (Inglês-Chinês).

É óbvio que você vai encontrar vários restaurantes com comida chinesa, eu não gosto de sushi e companhia (pasmem!), por isso  não posso indicar nenhum pra vocês…. O que posso falar é do Mahayana Buddisht Temple (133 Canal St) o maior tempo budista do bairro, que fica bem em frente ao Manhattan Bridge. Lá, você pode ver o maior Buda de ouro da cidade, e uma lojinha no segundo andar. A entrada é gratuita.

11287419_936950706326621_1702229248_n

Separe também um tempo para visitar o Museum of Chinese in America (MOCA) 215 Centre Street.O museu está fechado para o público nas segundas-feiras.  Nos outros dias, o horário é das 11h às 18h, e nas quintas-feiras das 11h às 21h (neste dia a entrada do museu é gratuito). O valor da entrada é de US$ 15 para adultos, e gratuito para crianças menores de 5 anos.

Compras: não há lojas de grandes marcas, por isso se você ver algo de grife tenha certeza que é falsificado. Se você curte comprar lembrancinhas, dá uma passada na A Dollar Store, uma loja com mais de 3 mil itens com valor de apenas um dólar cada! (endereço 88 Mulbery St); se você gosta de chás exóticos, visite a Ten Ren (79 Moth St); e tem também Aji Ichiban USA, uma lojinha com doces chineses, vendem a quilo também (37 Moth Street).

Gostou? Semana que vem é a vez de outro bairro ser destaque aqui no blog! Beijos e até próxima!

Como é visitar a Estátua da Liberdade

Oi, gente!
Como vocês vão?

Quando a gente viaja para Nova York sempre temos uma lista de lugares que não podemos deixar de visitar, né? A Estátua da Liberdade é uma delas, embora seja um passeio digamos assim não tão empolgante.

Quando eu visitei a atração “perdi” a manhã toda com a função do deslocamento mais a visita ao local. Depois do monumento, ainda tem uma visita a Ilha Ellis (conhecida como a ilha da imigração). É bacana visitar o lugar, por toda a história e significado que a Estátua representa. Entretanto, é isso, apenas algumas fotos, não é nada muito divertido (minha sincera opinião).

Como chegar lá?

Primeiro pegue a linha 1 do metrô (caso não esteja de táxi ou carro) até qualquer uma dessas paradas: Bowling Green,Whitehall Street ou South Ferry. Depois você deve pegar o barco no Battery Park. Antes de embarcar, você será revistado por uma segurança rigorosa. E depois na chegada ao monumento, mais uma revista. Por isso, evite levar bolsas grandes, mochilas, carrinhos de bebês, guarda-chuvas, comidas e bebidas.

Ingressos

Melhor mesmo é você já ter o ingresso em mãos, por exemplo, o New York CityPass (daí é só trocar na hora), senão você vai enfrentar uma longa fila.

A bilheteria é aberta diariamente, das 7h45 às 16h30, com embarcações que partem a cada 30-45 minutos. Sendo que a primeira parte às 8h30 entre o fim de semana do Memorial Day (última segunda-feira de maio) e o Dia de Colombo (segunda segunda-feira de outubro), e às 9h30 no restante do ano. Lembrando que não abre no Natal!

11216170_931198440235181_1413784347_n

De graça?

Ainda é possível ver a Estátua da Liberdade de graça. A opção é pegar a balsa gratuita Staten Island Ferry, você passará pela Estátua da Liberdade, mas não tem como descer na Liberty Island. Ou seja, só dá pra tirar uma foto com a Estátua de fundo.

p.s: em alto mar é muito frio, ainda mais no inverno, então se agasalhe bem!

Agora me conta aí você gostou de visitar a Estátua, ou se você ainda não foi, vai incluir ela no seu roteiro? Escreva nos comentários! Beijo

Observatório do novo World Trade Center já tem data para abrir

Oi, gente!

Hoje trago mais uma opção para você que está programando sua viagem incluir no roteiro. É o observatório do novo One World Trade Center que foi construído no mesmo local onde o World Trade Center estava localizado antes do atentado terrorista de 11 de setembro de 2001.

11137051_919218548099837_1242157969_n

O prédio já foi inaugurado no ano passado e é um dos maiores do mundo, com mais de 540 metros de altura. O espaço do observatório será inaugurado dia 29 de maio, e vai oferecer uma vista de tirar fôlego já que dará para ver Nova York a 380 metros acima do chão. Vocês já repararam como os nova-iorquinos curtem este tipo de atração? Quem não tem medo de altura não pode deixar de visitar também o Empire State e o Top of the Rock.

O observatório vai ocupar três andares, o 100º, o 101º e o 102º, sendo o 100º o principal para ter a vista panorâmica da cidade em 360°. A experiência também vai contar com atrações interativas, como painéis digitais que darão informações sobre os bairros e recomendações, além de um restaurante de alta gastronomia no 101º andar.

Rendering-1-Observation

E além da bela vista, para subir até o 102º andar os visitantes terão que pegar um dos elevadores chamados de Sky Pod, que sobem todos os andares em menos de 60 segundos (segura coração!).

Os valores dos ingressos estão salgados, US$ 32 para adultos, US$ 30 idosos e US$ 26 para crianças (6-12). Se você for para NY nesse período fique atento pois alguns dias antes da inauguração, haverá visitas gratuitas. No dia 26 de maio para grupos de estudantes, dia 27 de maio para trabalhadores do prédio e dia 28 de maio para o público em geral. Caso sua viagem seja depois, você pode comprar seu ingresso no site do observatório.

Fotos: Arquivo  Pessoal e Divulgação

Visite os museus de Nova York

Oi, gente! Tudo bem?

Hoje resolvi falar sobre museus, pois acredito que algumas pessoas possam acabar comentando o erro de deixar eles de fora de sua lista de pontos turísticos para visitar. Digo isso por que quando eu estava planejando o que visitar em Nova York lia em vários blogs, livros e sites indicações para visitar determinados museus. E eu ficava pensando “puxa que chato deve ser!”. Tinha esse pensamento pelo fato de que os museus na região onde vivo (Vale dos Sinos/RS) não são muito atrativos. Entretanto para minha agradável surpresa eu amei os dois museus que vi em Nova York!

Acredito que até aqueles que nunca foram de curtir esse tipo de atividade cultural (assim como eu) podem começar a ver com outros olhos. Primeiro a arquitetura dos prédios é magnífica, rende ótimas fotos! Segundo, sempre há exposições diferentes além das habituais galerias. E terceiro, as tradicionais galerias trazem obras famosas de artistas consagrados e outros que pelo menos eu não conhecia e achei muito bacana, principalmente aqueles em que o design prevalecia, sem falar nas experiências sensoriais presentes nos locais também.

Outra coisa muito bacana dos museus de lá é que a maioria tem entrada sugerida, ou seja, você decide quanto pagar. Isso acontece porque muitos são organizações sem fins lucrativos com objetivo de fazer com que a arte e a cultura seja acessível a todos. Sobre minha experiência, consegui visitar o MoMA e o American Museum of Natural History (aquele do filme Uma Noite no Museu), e em breve falarei sobre eles aqui no blog. Infelizmente não deu tempo de ir no MET, e tirar a famosa foto estilo Gossip Girl nas escadas. Mas, isso já está na minha lista para próxima viagem!

met

MET

Deixo aqui embaixo uma lista com alguns museus (tem muitas opções!!!) para você que vai ficar mais tempo possa visitar também:

Brooklyn Children’s Museum O Brooklyn Children’s Museum, fundado em 1899, é o primeiro museu do mundo para crianças.
Brooklyn Museum O Museu do Brooklyn é um dos maiores museus nos Estados Unidos e uma das principais instituições de arte no mundo.
Dyckman Farmhouse Museum O Dyckman Farmhouse Museum é um deleite visual para todos que olham e o veem no alto, sobre a Broadway na Rua 204.
El Museo del Barrio El Museo del Barrio, a primeira instituição cultural Latina de Nova York, recebe visitantes de todas as origens para descobrir a paisagem artística das culturas latina, caribenha e latino-americana
Fraunces Tavern Fraunces Tavern Museu ® é um complexo de cinco prédios com nove galerias, incluindo a famosa sala de comprimento, onde George Washington se despediu de oficiais do Exército Continental em 04 de dezembro de 1783
Intrepid Sea, Air & Space Museum O novo Intrepid Museum é uma viagem única cheia de exposições interativas espetaculares e virtuais, e tecnologia multissensorial.
Jewish Children’s Museum Um lugar de aprendizado e admiração, o Jewish Children’s Museum é uma instituição única onde as crianças e seus pais – de todos os segmentos da comunidade – podem explorar a história judaica e a herança em um ambiente estimulante e interativo.
MoMA PS1 O MoMa PS1 é uma das maiores e mais antigas instituições sem fins lucrativos de arte contemporânea dos EUA.
Museum at Eldridge St. Descrito como “de tirar o fôlego” vezes 8, o museu fica na Sinagoga da Rua Eldrige 1887, um monumento histórico nacional que foi cuidadosamente restaurado.
Museum of American Finance O Museum of American Finance é o único museu público do país dedicado às finanças americanas e históricas.
Museum of Biblical Art (MOBIA) O que os artistas Otto Dix, Kiki Smith, Marc Chagall e Jacopo Tintoretto têm em comum? Todos eles foram influenciados pela bíblia e todos estão expostos no Museu de Arte Bíblica.
Museum of Jewish Heritage – A Living Memorial to the Holocaust Explore a extensa tapeçaria da vida judaica nos séculos 20 e 21 – antes, durante e depois do Holocausto.
Museum of the City of New York A introdução essencial à cidade de Nova York, o Museu da Cidade de Nova York explora o passado, o presente e o futuro de Nova York através de exposições pioneiras que oferecem a visão dos bastidores, o que dá à cidade sua característica singular.
New Museum Fundado em 1977, o New Museum é o destino principal da cidade de Nova York da arte contemporânea.
New York Hall of Science Com mais de 450 exposições interativas, o New York Hall of Science é o único centro de tecnologia e ciências interativo de Nova York.
New York Historical Society Uma viagem à Nova York não seria completa sem uma visita à Sociedade Histórica de Nova York, onde quatro séculos de história, arte e artefatos contam a história da América pelas lentes de Nova York.
New York Transit Museum Instalado na estação de metrô histórica 1936 IND em Brooklyn Heights, e pode ser acessado facilmente de metrô, o Museu do Trânsito de nova York é o maior museu nos Estados Unidos dedicado à história do transporte público urbano e uma das primeiras instituições desse tipo no mundo.
O Studio Museum no Harlem O Studio Museum no Harlem tem o compromisso de servir como um recurso exclusivo na comunidade local e nacional e internacional tornando as obras de arte e exposições reais e pessoais para cada espectador.
Queens Museum of Art O Museu de Arte do Queens é a primeira instituição de artes plásticas no distrito de Queens, e está localizado no New York City Building, uma das poucas estruturas principais remanescentes das Feiras Mundiais de Nova York de 1939 e 1964.
Solomon R. Guggenheim Museum Obra prima da arquitetura moderna de Frank Lloyd Wright é o lar de uma das melhores coleções mundiais da arte do século 20.
Staten Island Children’s Museum O Staten Island Children’s Museum é um lugar para exercitar mentes, corpos e imaginações no único museu interativo interno-externo instalado em uma parte com 84 acres.
The Cloisters Museum and Gardens No alto de uma colina ao norte do Fort Tryon Park em Manhattan, com vista para o Rio Hudson, o The Cloisters Museum and Gardens é uma extensão do The Metropolitan Museum of Art dedicado à arte e arquitetura medieval.
Madame Tussauds Wax Museum  O Madame Tussauds Wax Museum oferece a melhor experiência de pessoas famosas com mais de 85.000 metros quadrados de entretenimento interativo, no coração da Times Square de Nova York. São mais de 225 figuras de cera incrivelmente realistas das maiores estrelas e ícones do entretenimento, esportes e história. De Marilyn Monroe a Madonna, a LadyGaga, e muitos mais.
The Museum of Sex A missão do Museu do Sexo é preservar e apresentar a história, evolução e importância da sexualidade humana.
The Paley Center for Media Há tudo para todos no Museu de Televisão e Rádio! A coleção inclui mais de 100.000 programas de televisão e rádio e anúncios desde a década de 20 até a atualidade.
The Skyscraper Museum Com o arranha-céu do Lower Manhattan como pano e fundo e a paisagem do porto de Nova York na sua porta da frente, o The Skyscraper Museum desfruta de um local de beleza estonteante e história rica.
Van Cortlandt House Museum Desde 1748, o Van Cortlandt House Museum tem sido um símbolo do passado colonial de Nova York e dos homens e mulheres que moldaram nossa história.

Obs: A lista dos museus foi retirada do site New York Pass.