Petisco Brazuca: delivery de salgadinhos feito por brasileiros

Ooi, gente!

Como é legal ver exemplos de cases de brasileiros fazendo sucesso em Nova York, não é mesmo? Na verdade é sempre bom ver brasileiro criando negócios criativos e lucrativos em qualquer parte do mundo, mas como nosso blog é sobre NYC, o case de hoje não poderia ser de outro local!

Saiu esses dias várias matérias sobre um casal que está fazendo sucesso vendendo coxinha em Nova York! Parece engraçado, mas só no ano passado Ricardo Rosa e Vanessa Oliveira faturaram US$ 120 mil, com uma produção que chega em bons meses até 20 mil salgados.

petisco-brazuca-delivery-de-salgadinhos-em-nyc

O negócio que se chama Petisco Brazuca, faz delivery de salgadinhos. A coxinha é o carro-chefe, mas o recheio vai além do tradicional frango, tem atum, calabresa, queijo, picanha, palmito, vegana e até de doce de leite. Além de outros petiscos que são bem brasileiros como pão de queijo, empadinhas, kibe, bolinho de bacalhau, de calabresa, de queijo e de mandioca com carne.

Pra ficar ligado: Os salgados são vendidos em caixas de 30, 50 ou 100 unidades e custam US$ 29,70, US$ 49,50 e US$ 94, respectivamente. E os produtos são vendidos prontos para o consumo ou congelados. As entregas são feitas nas regiões de Manhattan, Queens, Brooklyn, Bronx e New Jersey. O endereço é 1623 Lexington Ave!

petisco-brazuca-delivery-de-salgadinhos-em-nyc-1438189551440_956x500

Bacana né? Então você já sabe: se você mora ou está indo para Nova York procure pelo serviço e mate a saudade dos tradicionais petiscos brasileiros com quem entende, hein?!

Beijos e até a próxima!

Fonte: UOL

Fotos: Divulgação

Brasileiros em NY: Debora

Oi,
Pessoal!

Hoje temos mais um “Brasileiros em NY”. Porém ele é um pouco diferente dos que eu já publiquei aqui no blog. Ao invés de contar a história de alguém que já foi para Nova York, trazemos um relato da Debora que há pouco tempo se mudou para cidade que mais amamos! Vamos conferir?

Olá. Meu nome é Debora, sou paulistana, publicitária com pós graduação em marketing, morei os últimos 2 anos em Joanesburgo/África do Sul onde trabalhei para uma ONG chamada Magical Moments que cria momentos extraordinários na vida de crianças carentes e ainda continuo cuidado da parte de comunicação e mídias dela: Sigam no instagram @magicalmoments_sa e curtam a página do face: https://m.facebook.com/profile.php?id=174153625967178 e, toda minha experiência registrada no blog: Morando na África do Sul

E acabei de me mudar para uma cidade pela qual sempre fui apaixonada: NYC! Já conhecia muito bem a cidade, em quase 10 viagens a turismo, e agora estou me adaptando e desenhando uma nova rotina para a minha vida: tirando documentos, conhecendo pessoas, explorando meu bairro, testando serviços, etc. Claro que sendo NYC tudo fica muito mais prazeroso, mas ao mesmo tempo não deixa de ser uma nova vida, uma mudança que como qualquer outra há um preço a ser pago e exige total entrega. Além disso, estou começando trabalhos voluntários na “the city” e quase finalizando a procura por um curso de pós-graduação, na minha área profissional, na NYU – New York University. Espero poder mostrar para vocês uma NYC que ninguém mostra, além do “circuito turista”. Detalhes disso tudo no meu instagram @my_eye_nyc. Segue lá e boa viagem!

image2

Eventualmente a Debora vai colaborar com imagens e dicas de coisas bacanas e novidades de Nova York aqui para o blog. Não é o máximo? Para ficar por dentro das novidades de NY, sigam a gente também no Instagram pelo @recortesny e @my_eye_nyc .

Brasileiros em NY: Leonor

Oii, gente!
Tudo certo com vocês?

Hoje eu quero compartilhar aqui mais uma história de uma brasileira que assim como nós ama Nova York. Quem vai contar um pouco sobre sua experiência e o que achou da cidade nova-iorquina é a jornalista Leonor Soares Costa, 38 anos, que mora em Brasília. Acompanha com a gente?

IMG_0210

Quantas vezes esteve em NY – Uma vez

Período – 3 de janeiro a 3 de fevereiro de 2013

Viajou sozinha ou acompanhada? – Os primeiros 15 dias eu estava sozinha, depois meu marido me encontrou lá.

Onde se hospedou – Os primeiros 15 dias fiquei na Upper East Side, albergue estudantil da Kaplan. Os outros 15 dias ficamos no hotel New Yorker, mas não pela Kaplan.

O que mais gostou em NY – Das ruas de Nova York. De andar pela cidade e ver as coisas diferentes, as novidades. De ver o estilo do povo nas ruas, no metrô, nas lojas, bares e restaurantes. NY é um mundo dentro de uma cidade, onde você tem a oportunidade de ver e sentir coisas que em outro lugar talvez não seja possível. Foi uma viagem e uma sensação incríveis.

O que te surpreendeu em NY – A simpatia das pessoas. Tive uma grata surpresa com as pessoas de lá, em todos os espaços. Sempre muito bem atendida e recebida por todos.

O que comprou de barbada lá – Eu não priorizei as compras em NY. Procurei desfrutar as coisas mais incríveis que a cidade tem pra oferecer, muito além de compras, que é o que a maioria das pessoas procuram em Nova York. Mas comprei maquiagem e algumas roupas bem baratas, como calças jeans e jaquetas, as quais uso até hoje e muito.

Alguma coisa que não curtiu – A comida foi o que menos me agradou. Os pratos são sempre enormes, com muita batata frita, um tempero muito forte, que não é muito comum aqui. Consegui comer bem em poucos lugares, a não ser nos restaurantes temáticos de algum país e mais caros.

Melhor fast-food – Eu adorei o Chipotle, de comida mexicana. Tem um perto do Empire State Building, então comi lá algumas vezes. Infelizmente acabei não indo no Shake Shack. Mas sei que é imperdível.

Melhor ponto turístico – Pode dois? Central Park e Brooklyn Bridge

Melhor loja – Macys, apesar de ser um pouco cara. Mas é uma loja completa, onde às vezes é possível encontrar bons preços.

Por que Nova York? Eu tinha o sonho de fazer intercâmbio fora para aperfeiçoar o Inglês. E o meu professor da época sempre me incentivava a ir pra NY. Inicialmente eu queria ir pra Londres, mas com o tempo fui sendo convencida sobre NY. Comecei a pesquisar sobre a cidade 6 meses antes do curso e fui me encantando com tudo, até que finalmente decidi pela Big Apple.

Eaí curtiram a história da Leonor? Fiquem ligados tem mais posts esta semana com dicas de Nova York! Beijos

Brasileiros em NY: Karoline

Oi, pessoas!
Como vocês estão?

Hoje tem mais um post da série “Brasileiros em NY”. Toda vez que eu recebo por e-mail os relatos de leitores fico emocionada de ver o quanto as pessoas amam Nova York assim como eu. A história desta semana, não é diferente. Karoline Schimitz, 31 anos, que trabalha como analista de marketing em Jaraguá do Sul (SC), já foi três vezes para NY e pelo jeito está cada vez mais apaixonada pelo ritmo nova-iorquino. Confere comigo :

Período: Primeira vez por um ano e meio, de abril de 2009 à novembro de 2010, depois fui em junho de 2011 e fiquei 6 dias e fui em fevereiro de 2013 por 22 dias.

Viajou sozinha ou acompanhada? Na primeira vez fui para um intercâmbio, com várias meninas mas todas desconhecidas! Ao chegar nos EUA, cada uma foi pra um lado. Das outras vezes fui sozinha pra visitar amigas e minha host family.

Onde se hospedou? No intercâmbio morei em casa de família, por um ano e meio numa cidadezinha chamada Huntington que fica em Long Island, cerca de 40 minutos de Manhattan. Nas outras duas vezes que fui, fiquei na casa de uma amigona minha que fiz lá na época do intercâmbio.foto 1

O que mais gostou em NY? A Quinta Avenida é demais, perdição, mesmo que você não compre nada, andar na 5ª Avenida é uma terapia!! Mas na primeira vez em NY, quando sai do trem e subi pra rua, fiquei maravilhada com os prédios, as luzes, o colorido!!!  A Times Square me encantou! Também acho fantástico como tem gente diferente, uma nem aí com a outra, cada uma com um objetivo diferente ali, o jeito de se vestir das pessoas é demais!!! Tem de tudo! Gostava de andar por toda NY só olhando as lojas, provando roupas, experimentando bebidinhas novas em algum pub, ou alguma sobremesa deliciosa em algum restaurante!!! Entrar em qualquer lugar só por curiosidade! E comprar e comprar!!! Qualquer coisa em NY é bom, qualquer!!!

foto 4

O que te surpreendeu em NY? Que tem muito táxi, mas quando você precisa de um nunca tem disponível! Ah, e nenhum taxista é americano, acho engraçado!

O que comprou de barbada lá? Muita roupa! Se souber pesquisar, tiver tempo e paciência, acha muita coisa boa em lojas ótimas!

Alguma coisa que não curtiu? O musical Chicago da Broadway, achei cansativo! Assisti outros 1000% melhores!!!

Melhor fast-food? Não ia muito em fast foods, mas gostava muito do Mc mesmo, acho muito melhor que o do Brasil, pedia sempre o Angus Bacon, amava, muito saboroso kkkkk (engordei 10 kgs no final dos 1 ano e meio, rs). Em Miami tem o Shake Shack, em NY não sei se tem, nunca fui, acho que o Shake Shack se tiver em NY então ele seria o meu favorito! (Tem sim, Karoline. E pra mim é o melhor de lá)

Melhor ponto turístico? Quem vai pra NY tem que ir em vários, mas pra mim o que mais gostei foi o Top of the Rock, a vista é maravilhosa!!! Claro, tem a Estátua da Liberdade, o Central Park e a Times Square por serem os mais tradicionais, que tem que ir também! E acho a Ponte do Brooklyn super charmosa, as fotos ficam lindas!

Melhor loja? Forever 21

Por que Nova York? A primeira vez foi por sorte, não foi escolha minha, cai numa família que morava ali pertinho e não poderia ter sido melhor. As outras duas vezes, fui por saudades e amor as amizades que fiz! Mas se hoje fosse escolher, escolheria de novo NY! Tem tudo pra fazer, a qualquer hora, sozinha, acompanhada, com amigas, com família! Passear, comprar, comer, assistir a shows, tem tudo!!! Ah, sem contar que a cidade é linda em todas as estações  do ano, no outono então, maravilhosa…I love NY, minha cidade do coração.

Quer participar do “Brasileiros em NY”? Basta entrar em contato, seja pelo instagram, facebook ou aqui neste post mesmo! Beijos e até próxima!

Fotos: Arquivo Pessoal

Brasileiros em NY: Karla

Oi, gente!
Como vão as coisas?

Coloquei no instagram há um tempo atrás que estava a procura de brasileiros que já estiveram em Nova York para contar sobre suas experiências e dar aquelas dicas preciosas. Na semana passada a gente pode conferir a história da Carollina, uma jovem de apenas 15 anos, e hoje é a vez de conhecer um pouco sobre o que administradora Karla Alves Grando, de São José-SC, pensa da Big Apple. Karla já viajou 11 vezes para Nova York (bateu uma inveja boa agora hauahauha), algumas vezes sozinhas e em outras acompanhada. Confere aí o relato dessa catarinense que assim como nós ama a cidade nova-iorquina:

Onde se hospedou? Radison Martinique, ROW Hotel (e também quando era Milford), Millenium Broadway, Carvi Hotel e apto alugado via AirBNB.

O que mais gostou em NY? É difícil escolher algo que mais gostei, porque sou apaixonada pela cidade, mas se tiver que citar apenas uma coisa, diria que o Central Park.

NEW YORK_FOTO 011
O que te surpreendeu em NY? A sua diversidade cultural. Nova York é um lugar onde você pode experimentar e vivenciar a cultura das mais diferentes nacionalidades.

O que comprou de barbada lá? Com certeza, maquiagem. Em lojas como a Bed, Bath & Beyond, Target e Walmart é possível encontrar maquiagem com preços muito acessíveis.

Alguma coisa que não curtiu? Amo Nova York no inverno, mas confesso que não é muito agradável caminhar na rua quando a neve está descongelando.

Melhor fast-food: Shake Shack

Melhor ponto turístico: Central Park

Melhor loja: Container Store (porque sou apaixonada por organização e não temos essa loja no Brasil)

Por que Nova York? Porque é uma cidade realmente apaixonante!

Bacana né? Obrigada Karla! E se você também tem interesse em participar é só deixar um comentário aqui neste post que entro em contato. E amanhã tem mais um post com dicas para economizar (já que o dólar não pára de subir!). Beijos!