Como é comprar em Nova York

Faz algum tempo que eu queria fazer este post. Falar sobre como são as lojas em Nova York, principalmente as de varejo de moda e beleza, é também uma forma de explicar um pouco do jeito nova-iorquino de negociar, consumir, etc…

Eu sei que tem duas coisas que fazem os brasileiros amarem as lojas de NYC: o preço mais em conta e a variedade de marcas/peças. Mas, o sucesso do varejo lá é bem mais do que apenas isso. Vou listar algumas coisas que percebi e que A-M-E-I nas lojas de lá. Acompanha comigo:

– Música boa e alta: algumas lojas no Brasil já perceberam que a música tem o poder de deixar o ambiente mais alegre e também de motivar o consumo. Lá a maioria tem música pop/dance tocando o dia todo. Imagine você renovando seu closet, e ainda de quebra escutando várias músicas legais?

– Disposição das peças: as linhas (gym, sleepwear, party….) são bem organizadas, o que facilita a localização!

– Espaço: as grandes redes de fast fashion e algumas outras não tão conhecidas não tem 1, mas vários andares! (com escadas rolantes, lembram muito a Renner). Ou seja, quando você pensa que já viu de tudo, tem ainda mais um andar! E como as lojas são razoavelmente grandes, não fica apertado para circular entre as araras. Dica: vá com um calçado confortável para aguentar a maratona de compras 🙂

– Descontos: se você acha que alguma peça já está muito barata, imagina chegar no caixa e descobrir que ela tem o valor menor ainda? Isso aconteceu comigo na Forever 21 ❤

– Atendimento: assim como na Renner, na maioria das lojas é você mesmo que faz seu atendimento, vai escolhendo sem que ninguém fique ali no seu pé ou achando que você vai roubar alguma peça 😦

– Acessórios: geralmente ficam ali na fila do caixa (pra te tentar!) com preços bem amigáveis.

– Make: lojas como M.A.C. e Sephora permitem que você experimente todos os produtos, e tem até profissionais para lhe maquiar ou sugerir qual melhor cor de base para seu rosto! Incrível, né?

– VM: O visual merchandising das lojas em NYC, principalmente as de grife, são incríveis! Dá vontade de fotografar muito, mesmo não trabalhando na área! p.s. até as sacolas das lojas dá vontade de guardar!

– Shows: grandes redes de fast fashion quando fazem inaugurações de novas lojas ou de coleções, trazem celebridades para dar dicas de style ou até mesmo shows, como a H&M que trouxe John Legend recentemente!

Sei que algumas das coisas que listei aqui já estão sendo aplicadas pouco a pouco no varejo nacional, mas eu precisava falar que não é só o preço e a variedade, tem todo um conjunto por trás que faz Nova York ser o paraíso das compras!

Daria para listar mais coisas e até se aprofundar em questões de marketing que são muito bem trabalhadas por lá, mas digo que melhor que isso é ver com os próprios olhos #ficaadica

p.s.: você não pode se esquecer da taxa local de 8,875% que será cobrado sobre o valor gasto nas compras na hora do pagamento no caixa.

Beijos e até próxima!

O que comprar no Manhattan Mall

Oi,
Gente! Como vocês estão?

Apesar da correria, vou tentar manter o blog o mais atualizado possível. E este post traz uma dica mara pra quem vai pra NYC querendo fazer compras, muitas compras! Estou falando do Manhattan Mall, um shopping em NYC é raridade, por isso merece destaque aqui no blog!

Como vocês sabem a maioria das lojas é na calçada, na rua mesmo, digamos assim. E o Manhattan Mall foi outro lugar que descobri por acaso por que ficava perto de onde estava hospedada.

O shopping não é muito grande, a maioria das lojas são caras! Pra vocês terem uma ideia tem a Victoria’s Secret, Sephora,Strawberry (tem outra no Empire State, essa loja é mara! Outra hora falo sobre ela aqui no blog), Aeropostale, Game Stop (vídeo games)… A praça de alimentação foi quase extinta, mas você encontra um Starbucks.

O que eu comprei lá? Dois casacos pesados (aqui no sul é muito frioooo) com preço muito mais em conta que na Forever 21! Algo em torno de US$ 15 e US$ 20. Infelizmente não lembro os nomes da loja… Mas dá uma olhada nos dois modelos que comprei lá:

kk

Pra quem ficou curioso e quer conhecer, anote o endereço: 33rd com a 6 Avenida. E se você atravessar a rua dá de cara com o famoso Jack’s World, uma espécie de 1,99 que já falei aqui no blog.

Beijos e até próxima!

Liquidações estão movimentando as lojas de Nova York

Oi gente!

NY está uma loucura! Liquidações em várias lojas e vou dar dicas que valem a pena conferir de 3 em lojas que eu A-do-ro!!!!

Disney Store: todas as lojas dos EUA, inclusive a loja online (disneystore.com) estão liquidando vários itens que vale a pena conferir, como: camiseta infantil por $ 6 e adulto $10, bonecas (princesas) $8, pelúcias por $5, toalhas de praia por $10 e assim por diante… Perguntei para uma vendedora, da loja da Times Square, até quando iria a promoção e ela me disse que pode acabar a qualquer momento! Entao, correeee…

disney

Victoria’s Secret: a liquidação semi anual, no caso a de verão, está com sutiãs por $16, calcinhas por $4, camisolas por $15, cremes por $5… Então se você gosta da marca, mas acha meio caro, essa é a hora. Termina dia 22/6 e outra só em dezembro.

victoria

H&M: essa que já tem os preços baixos normalmente, quando resolve fazer liquidação é para pirar qualquer um hehehe Tem itens em promoção em todos os setores das lojas, porém o que mais me chamou atenção foram os acessórios (de $1 até $10), as maquiagens (tudo com 50% de desconto) e as roupas infantis (tem vestido de festa por $10!).

make

Vale a visita nas 3 lojas! Quem estiver na cidade, aproveite a sorte porque outras dessas só no final do ano!
Agora preciso ir… Voltar nelas para comprar umas coisinhas que esqueci … Hehehe
Até a próxima!
Debora L Juneck
Mais dicas também no Instagram: @my_eye_nyc

A maior H&M do mundo!

Oi gente! Se tem uma rede de lojas que eu AMO é a H&M, posso estar em qualquer cidade do mundo que entro em todas! Sem exageros.

E pra minha felicidade inaugurou ontem a maior H&M do mundo aqui em NYC!!! O evento contou com show de John Legend, vales compras e vales descontos para as 1000 primeiras pessoas a entrarem na loja e sim… foi um caos! Tanto que resolvi voltar lá hoje pra ver tudo com calma e poder contar pra vocês. Vamos lá:

São 4 andares em quase 6 mil metros quadrados, e a localização é em um ponto turístico da cidade: na esquina da rua 34th com a Broadway, ao lado da Macy’s.

O 1º e 2º  andares são inteirinhos para a moda feminina, no primeiro está a nova coleção de verão e também a linha básica. No segundo andar tem a linha maternidade, lingerie, praia, acessórios e calçados. Dica: na linha de acessórios, as famosas bolsas com franjas estão super em alta! Já a linha masculina ficou com o subsolo todo e era o andar mais tranquilo, hoje, para fazer compras.

A coleção infantil e a linha Casa estão no terceiro andar. Adorei os vestidinhos da coleção verão tanto para bebês quanto para as menininhas maiorzinhas. Preços: $6 a $30. A linha casa está totalmente demais! Foi o que mais gostei, na nova loja, e onde tive mais “que me segurar” para não pirar e comprar tudo… Hahaha Um detalhe bem útil e que me chamou a atenção foi que há bancos, na parte dos calçados, para podermos experimentar com calma todas as sapatilhas, sandálias, tênis, botas, etc que quisermos! Porque ninguém merece ter que experimentar calçados em pé, segurando bolsa, sacola, casaco, etc né?

Assim como as outras lojas de NYC tem wi-fi na loja toda para “dar aquele check in” ou “postar aquela foto na rede social”. Senti um pouco falta da linha de cosméticos, em promoção: compre 1 e leve 2, que está timidamente posicionada apenas nas gôndolas próximas aos caixas. A loja estava cheia, porém bem melhor do que no dia da inauguração. As filas estavam grandes, peguei a do primeiro andar e acabou sendo mais rápido que eu esperava. Agora vou admitir que fui lá para conhecer a maior loja da H&M do Mundo e assim poder mostrar aqui para vocês, porém não resisti… E saí de lá com uma sacolinha…Aliás, linda a sacola hein? image3[1] E ganhei vales descontos para as próximas comprinhas! Fica a dica: Estando em NYC, super vale a visita!

Sigam-me no Instagram: @my_eye_nyc

Bjs e até o próximo post,
Debora L Juneck.

Roteiro: Chinatown

Ooi gente!

Pra ajudar você a conhecer ainda mais Nova York, vou preparar posts específicos com o que há de mais interessante em cada bairro! Pra estreia dessa nova categoria aqui do blog, escolhi falar sobre Chinatown, o menor bairro de Manhattan, que faz fronteira com Lower East Side a leste e Little Italy ao seu norte.

Assim que você chegar em Chinatown, você vai perceber que é um local a parte, muito diferente do resto de Manhattan. É também o bairro perfeito pra você comprar muambas e principalmente pra ganhar descontos nos produtos. Os vendedores fazem de tudo pra você comprar, inclusive baixam preço da mercadoria sem nem mesmo você pechinchar! Foi o que aconteceu comigo quando me interessei por uma capinha para meu iphone, levei pela metade do preço inicial! Mas, cuide que nem tudo vale a pena comprar, como por exemplo, perfumes que são em sua maioria falsificados.

O seu roteiro deve incluir uma caminhada pela Mott Street (principal rua) entre a Canal Street (cheia de camelôs) e a Park Row. Pra quem deseja explorar toda a essência do bairro pode pegar mapas, guias e folhetos gratuitos e até mesmo tirar dúvidas num quiosque chamado Explore Chinatown, localizado nas rua Canal St, Walker St & Baxter St. O atendimento é das 10h às 18h, e nos fins de semana das 10h às 19h, com atendimento bilíngüe (Inglês-Chinês).

É óbvio que você vai encontrar vários restaurantes com comida chinesa, eu não gosto de sushi e companhia (pasmem!), por isso  não posso indicar nenhum pra vocês…. O que posso falar é do Mahayana Buddisht Temple (133 Canal St) o maior tempo budista do bairro, que fica bem em frente ao Manhattan Bridge. Lá, você pode ver o maior Buda de ouro da cidade, e uma lojinha no segundo andar. A entrada é gratuita.

11287419_936950706326621_1702229248_n

Separe também um tempo para visitar o Museum of Chinese in America (MOCA) 215 Centre Street.O museu está fechado para o público nas segundas-feiras.  Nos outros dias, o horário é das 11h às 18h, e nas quintas-feiras das 11h às 21h (neste dia a entrada do museu é gratuito). O valor da entrada é de US$ 15 para adultos, e gratuito para crianças menores de 5 anos.

Compras: não há lojas de grandes marcas, por isso se você ver algo de grife tenha certeza que é falsificado. Se você curte comprar lembrancinhas, dá uma passada na A Dollar Store, uma loja com mais de 3 mil itens com valor de apenas um dólar cada! (endereço 88 Mulbery St); se você gosta de chás exóticos, visite a Ten Ren (79 Moth St); e tem também Aji Ichiban USA, uma lojinha com doces chineses, vendem a quilo também (37 Moth Street).

Gostou? Semana que vem é a vez de outro bairro ser destaque aqui no blog! Beijos e até próxima!