Petisco Brazuca: delivery de salgadinhos feito por brasileiros

Ooi, gente!

Como é legal ver exemplos de cases de brasileiros fazendo sucesso em Nova York, não é mesmo? Na verdade é sempre bom ver brasileiro criando negócios criativos e lucrativos em qualquer parte do mundo, mas como nosso blog é sobre NYC, o case de hoje não poderia ser de outro local!

Saiu esses dias várias matérias sobre um casal que está fazendo sucesso vendendo coxinha em Nova York! Parece engraçado, mas só no ano passado Ricardo Rosa e Vanessa Oliveira faturaram US$ 120 mil, com uma produção que chega em bons meses até 20 mil salgados.

petisco-brazuca-delivery-de-salgadinhos-em-nyc

O negócio que se chama Petisco Brazuca, faz delivery de salgadinhos. A coxinha é o carro-chefe, mas o recheio vai além do tradicional frango, tem atum, calabresa, queijo, picanha, palmito, vegana e até de doce de leite. Além de outros petiscos que são bem brasileiros como pão de queijo, empadinhas, kibe, bolinho de bacalhau, de calabresa, de queijo e de mandioca com carne.

Pra ficar ligado: Os salgados são vendidos em caixas de 30, 50 ou 100 unidades e custam US$ 29,70, US$ 49,50 e US$ 94, respectivamente. E os produtos são vendidos prontos para o consumo ou congelados. As entregas são feitas nas regiões de Manhattan, Queens, Brooklyn, Bronx e New Jersey. O endereço é 1623 Lexington Ave!

petisco-brazuca-delivery-de-salgadinhos-em-nyc-1438189551440_956x500

Bacana né? Então você já sabe: se você mora ou está indo para Nova York procure pelo serviço e mate a saudade dos tradicionais petiscos brasileiros com quem entende, hein?!

Beijos e até a próxima!

Fonte: UOL

Fotos: Divulgação

Roteiro: Chinatown

Ooi gente!

Pra ajudar você a conhecer ainda mais Nova York, vou preparar posts específicos com o que há de mais interessante em cada bairro! Pra estreia dessa nova categoria aqui do blog, escolhi falar sobre Chinatown, o menor bairro de Manhattan, que faz fronteira com Lower East Side a leste e Little Italy ao seu norte.

Assim que você chegar em Chinatown, você vai perceber que é um local a parte, muito diferente do resto de Manhattan. É também o bairro perfeito pra você comprar muambas e principalmente pra ganhar descontos nos produtos. Os vendedores fazem de tudo pra você comprar, inclusive baixam preço da mercadoria sem nem mesmo você pechinchar! Foi o que aconteceu comigo quando me interessei por uma capinha para meu iphone, levei pela metade do preço inicial! Mas, cuide que nem tudo vale a pena comprar, como por exemplo, perfumes que são em sua maioria falsificados.

O seu roteiro deve incluir uma caminhada pela Mott Street (principal rua) entre a Canal Street (cheia de camelôs) e a Park Row. Pra quem deseja explorar toda a essência do bairro pode pegar mapas, guias e folhetos gratuitos e até mesmo tirar dúvidas num quiosque chamado Explore Chinatown, localizado nas rua Canal St, Walker St & Baxter St. O atendimento é das 10h às 18h, e nos fins de semana das 10h às 19h, com atendimento bilíngüe (Inglês-Chinês).

É óbvio que você vai encontrar vários restaurantes com comida chinesa, eu não gosto de sushi e companhia (pasmem!), por isso  não posso indicar nenhum pra vocês…. O que posso falar é do Mahayana Buddisht Temple (133 Canal St) o maior tempo budista do bairro, que fica bem em frente ao Manhattan Bridge. Lá, você pode ver o maior Buda de ouro da cidade, e uma lojinha no segundo andar. A entrada é gratuita.

11287419_936950706326621_1702229248_n

Separe também um tempo para visitar o Museum of Chinese in America (MOCA) 215 Centre Street.O museu está fechado para o público nas segundas-feiras.  Nos outros dias, o horário é das 11h às 18h, e nas quintas-feiras das 11h às 21h (neste dia a entrada do museu é gratuito). O valor da entrada é de US$ 15 para adultos, e gratuito para crianças menores de 5 anos.

Compras: não há lojas de grandes marcas, por isso se você ver algo de grife tenha certeza que é falsificado. Se você curte comprar lembrancinhas, dá uma passada na A Dollar Store, uma loja com mais de 3 mil itens com valor de apenas um dólar cada! (endereço 88 Mulbery St); se você gosta de chás exóticos, visite a Ten Ren (79 Moth St); e tem também Aji Ichiban USA, uma lojinha com doces chineses, vendem a quilo também (37 Moth Street).

Gostou? Semana que vem é a vez de outro bairro ser destaque aqui no blog! Beijos e até próxima!

Três comidas de rua que você precisa provar

Ooi gente!
Tudo certo com vocês?

Mais uma semana começando e com certeza tem muita gente que ainda tá se recuperando do finde depois de enfiar o pé na jaca, né? Por isso que o tema do post de hoje é sobre as comidas de ruas de Nova York. Sei que tem muita gente que tem um certo preconceito, e que prefere comer só em restaurantes. Sim, há inúmeras opções gastronômicas em Nova York, mas ir pra lá e não provar o tradicional hot dog é quase uma desfeita.

O hot dog é o mais comum lá, você vai encontrar carrinhos vendendo em praticamente todas as quadras (pelo menos na região de Midtown era assim). Eu achei bem diferente, já que aqui no sul o cachorro-quente é bem recheado, além da salsicha, colocamos milho, ervilha, maionese, ketchup, mostarda e por aí vai. Lá é apenas o pão e salsicha num tamanho não muito grande. Claro, que você pode acrescentar ketchup ou mostarda. Apesar disso, o sabor é bem bom. O valor varia um pouco, em alguns você compra por 2 ou 3 dólares, ou até mais.

Pretzel é outra febre lá e você pode comprar nos mesmos carrinhos que vendem hot dog. Alguns vendem exclusivamente só pretzel também. Se você nunca ouviu falar, pretzel é um tipo de pão alemão, com forma de nó, seco e geralmente muito salgado.

Wafels & Dinges é o meu favorito. O sabor é incrível (tem várias opções), nunca provei uma wafle tão saborosa e macia. Comprei de doce de leite perto da Macy’s na rua 34, pena que descobri já no fim da viagem, senão teria ido outros dias para provar mais sabores. Não lembro o preço, mas acho que era menos de 10 dólares.

wafle

Agora eu quero que vocês me contem se vocês chegaram a provar alguma outra comida de rua também saborosa. Deixe suas dicas aqui nos comentários. Beijos e até próxima!

Five Guys é um dos melhores fast foods de Nova York

Oii,
Gente!
Tudo bem com vocês?

O final de semana está se aproximando e por isso hoje resolvi falar sobre a famosa rede de fast food Five Guys. Muita gente acaba enfiando o pé na jaca nos findes e se você é um deles esse post é pra você!

Antes de mais nada por favor não briguem! Sei que muitos consideram o Shake Shack (que já citei aqui no blog) como o melhor de Nova York, mas calma gente! A cidade é grande e tem espaço pra todo mundo.

A rede já existe há mais de 30 anos e tem esse nome por que foi aberta por um pai e cinco filhos. São centenas de unidades espalhadas nos Estados Unidos, e é possível também encontrar filiais no Canadá e no Reino Unido. Durante minha estadia em Nova York fui algumas vezes já que havia um restaurante na rua lateral do hotel onde estava hospedada.

10425895_427533134087168_2590335344465895652_n

Olhando a foto assim parece meio estranho, mas é assim mesmo. A montagem dele é bagunçadinha, mas o sabor é inconfundível. Na hora do pedido você pode incrementar ou retirar alguns ingredientes. Além do atendimento super rápido, o hambúrguer vem bem quentinho e de acordo com eles é feito com carne 100% bovina sem adição de nada mais. As fritas que são cortadas a mão, também são uma delícia. Em média você vai gastar entre US$ 10 e 15, depende muito se você vai incluir as fritas, refri, enfim…. tem opções de hot-dog e de sanduíches mais saudáveis também para quem faz a linha saudável.

Uma das coisas mais bacanas que percebi em Nova York é que cada espaço tem a sua cara, a sua própria decoração. Não é uma coisa de simplesmente comprar alguns móveis e abrir um negócio. Lá é tudo tão a cara da marca que você se sente em casa e acaba curtindo o design e comentando com os amigos. Enquanto no Shake Shack o visual é mais moderno e arrojado, o Five Guys adota um estilo mais lancheria mesmo e abusa do tom vermelho tanto na decoração quanto nas embalagens de seus produtos.

Repare nas premiações, fotos de famosos e nas reportagens colocadas nas paredes. É um detalhe clássico da decoração das unidades da rede e motivo de muito orgulho para empresa. E agora você me pergunta: Shake Shack ou Five Guys? Acho que preciso viajar de novo para decidir qual é o melhor! 😛

Beijos e até próxima!

p.s: Foto do instagram @fiveguys

O delicioso Shake Shack

Oi, gente!
Como vocês estão? Ainda se recuperando do finde?

Todo final de semana é a mesma história né? Pessoal enfia o pé na jaca (ou não) e acaba comendo além da conta. Em homenagem a essas pessoas que hoje o post vai falar sobre o famoso e DELICIOSO hambúrguer do Shake Shack.

Esqueçam o MC Donalds e todos os outros que vocês estão acostumados a comer. Shake Shack faz de longe um dos melhores hambúrgueres e fritas que já comi. Claro que neste páreo, 5 Guys (em breve vou falar dele aqui no blog), também muito famoso em Nova York disputou minha preferência.

shake scha

Quando estive em Nova York provei da comida do Shake Shack por duas vezes e enfrentei filas que chegavam na calçadas (mas vale a pena, gente! não desistam!). O hambúrguer é muito suculento, e te entregam bem quentinho, tem gosto mesmo sabe? Não é aquela coisa industrializada com gosto de nada. As fritas então, não tinha ainda provado neste formato, mas posso dizer tá mais que aprovado! Fiquei sabendo que eles também tem opções de milkshakes entre outros pratos… pena que não cheguei a provar… Quanto ao preço, é mais elevado que o Mc Donalds (que você consegue comer por menos de 5 dólares), se não me engano ficou entre 10 a 15 dólares, depende do tipo do sanduíche que você escolher, se vai pegar fritas, refri, e por aí vai….

Tente fugir das unidades no Midtown, pois elas são super disputadas, principalmente a que fica perto da Times Square. No site oficial você encontra mais unidades localizadas em Nova York, em outras cidades dos Estados Unidos, e também de países como Londres. Agora, você já sabe se for para Nova York tem que provar das delícias do Shake Shack!